Pages

Search This Blog

29/03/18

HOME . O inicio

Nos últimos tempos as nossas aventuras têm sido bem diferentes do normal. Tenho partilhado no instastories a reabilitação da nossa primeira casa e têm sido tantas as mensagens que decidi partilhar um bocadinho convosco. 
Perguntam-me sobre o aluguer de casas em Lisboa e mesmo sobre todo o processo de remodelação e decoração, isto dava um post gigante sobre a inflação ridícula dos preços das casas em Lisboa, os problemas que os jovens têm em conseguir sair da casa dos pais e todas as alternativas a estes problemas. Vou tentar ser breve.

Quem anda à procura de casa para comprar ou alugar sabe as dores de cabeça que tem tido, os "refresh" matinais a todos os sites imobiliários, as tentativas de aluguer falhadas, as visitas aos imóveis com mais 50 pessoas em desespero... enfim. É todo um processo frustrante e cansativo nos dias que correm.
No nosso caso estivemos mais de meio ano nessas andanças, eu esperei, desesperei, desisti da ideia e tive de procurar alternativas. Sair da caixa
Não herdei uma casa e nesta fase da vida dar mais de 800€ por um T2 em Lisboa estava fora de questão (cof cof.. quem está actualizado sabe que 800€ por um T2 é quase uma miragem).
Dei voltas à cabeça a procurar uma alternativa e em desespero lembrei-me de uma antiga casa que estava desabitada há anos, ninguém sabia a quem pertencia ou o que iam fazer à casa e foi aqui que tivemos de nos mexer.
Não foi fácil, foram meses à espera de respostas, de conversas sem  fim! A verdade é que conseguimos um acordo fantástico e o facto de sermos nós a fazer as obras era um BONUS.
Para alguns seria uma verdadeira dor de cabeça mas para nós foi a cereja no topo do bolo.

. A CASA
Obviamente que uma casa desabitada tem muito que se lhe diga, assim que começámos a partir paredes percebemos que o budget ia subir. Canalização antiga e degradada, novas regras de instalação de gás, espaços pequenos, infiltrações, etc etc etc.
"Quem te mandou meteres-te nestas andanças?!". Não o trocava por nada, definimos um budget, pedimos mil orçamentos e avançámos. 
Para controlar os gastos (e porque eu e o Bruno adoramos meter a mão na massa) a maior parte da mão de obra está a ser feita por nós, portanto tudo o que é partir paredes, lixar, pintar e restaurar está do nosso lado. Acreditem ou não mas sem mão de obra estamos a poupar muito dinheiro.

Quanto à decoração, já temos uma ideia do que queremos mas estamos a focar-nos num compartimento de cada vez. 
Não vamos revelar já tudo mas deixo aqui um pequeno moodboard que criei para o wc, que apesar de pequenino tem um potencial incrível! 









Vou actualizando por fases toda esta aventura. Se precisarem de dicas ou mesmo de contactos para obras enviem mensagem, tenho todo o gosto em ajudar.
Digam-me o que acham e partilhem as vossas ideias!

A.







2 comentários:

  1. Adorei o teu mood board para a wc.
    Muito boa sorte para as mudanças e obras, no final vai tudo valer a pena.
    Beijinhos :)
    https://dailyvlife.blogspot.pt

    ResponderEliminar

Subscribe to our mailing list:

Social

Follow

About:

About:
Designer . Illustrator . Daydreamer . Lisbon . its.andy.blog@gmail.com